Por que temos tantas crianças obesas?

A indústria alimentícia oferece alimentos de todos os tipos, mas somente nós somos responsáveis pela compra e ingestão deles. Não esqueça que sua saúde e peso são reflexos da alimentação.

Cada vez mais a indústria alimentícia fabrica produtos que colaboram com o aumento da obesidade infantil no Brasil. Há um excesso de carboidratos refinados (açúcar invertido, maltodrextina, frutose, açúcar branco, xarope de glicose), gordura trans, hidrogenada, saturada, corante, edulcorantes e outras substâncias artificiais que são inseridos nesses produtos sem necessidade.


Na infância, o leite materno ou suplementar é a fonte de proteína e cálcio e deve fazer parte de uma alimentação balanceada. Prefira iogurtes e queijos com menor teor de açúcar, sal e gorduras. Lembre-se que alimentos e bebidas açucaradas levam ao excesso de peso e à formação de cáries.


Não esqueça que brincar, interagir com outras crianças e realizar atividades físicas são muito importantes. Somente uma boa alimentação não garante a boa saúde, o seu filho tem que ser estimulado à prática regular de exercícios físicos. A regra básica é: caloria ingerida tem que ser proporcionalmente queimada pelo corpo.


Leve seu filho regularmente ao pediatra e busque auxílio sempre que for preciso. Afinal, ser pai ou mãe é aprender uma coisa nova a cada dia.


Dr. Guilherme Antoniette

CRM/SP: 79.160 – RQE n° 40.632

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo