EXAMES

ENDOSCÓPICOS

Exames Realizados

Broncoscopia


A broncoscopia é uma endoscopia da árvore brônquica. Consiste na introdução pelo nariz de um tubo (broncoscópio) que atinge a árvore brônquica e que leva, na sua extremidade, uma câmera que permite visualizar o interior da traqueia e dos brônquios, bem como dispositivos para retirar amostras de tecidos para biópsias e secreções para exames. Além disso, por meio do broncoscópio, o médico é capaz de realizar certos procedimentos terapêuticos.




Colonoscopia


Colonoscopia é um exame que permite a visualização direta do interior do reto, cólon e parte do íleo terminal através de um tubo flexível introduzido pelo ânus, contendo em sua extremidade uma minicâmera de TV que transmite imagens coloridas, podendo ser fotografadas ou gravadas em vídeo.




CPRE


Colangiopancreatografia endoscópica retrógrada, ou CPRE, é uma técnica especializada usada para estudar os ductos da vesícula biliar, pâncreas e fígado. Ductos são trajetos de drenagem; os canais de drenagem do fígado são chamados de ductos biliares.




Dilatação de Esôfago ou Colon


A Dilatação endoscópica, como o nome indica, tem como objetivo dilatar segmentos do tubo digestivo que tenham o seu calibre reduzido (denominadas estenoses). Esta diminuição do calibre habitual pode resultar de alterações do desenvolvimento do indivíduo (causas congénitas), de doenças naturais (neoplásicas e não-neoplásicas) ou devido a intervenções médicas (causas iatrogénicas).




Endoscopia Digestiva Alta


A endoscopia digestiva alta é um exame que analisa a mucosa do esôfago, estômago e primeira parte do intestino delgado. Ele é feito usando um tubo sensível (endoscópio) que tem na ponta um chip responsável por capturar as imagens do sistema digestivo, como uma câmera.




Ligadura elastica


A ligadura elástica é considerado o melhor precedimento para o tratamento das varizes de esôfago. Estas surgem em pacientes que possuem pressão aumentada da veia porta (hipertensão portal) que possui várias causas sendo a principal delas a cirrose hepática. O procedimento é realizado para a prevenção da ruptura deste vasos evitando assim quadros de hemorragia digestiva. Também é utilizado para cessar um sangramento já causado por uma ruptura de variz.




Esclerose de Varizes de Esofago


É um procedimento ambulatorial realizado durante o exame de videoendoscopia convencional. Procedimento endoscópico que tem como objetivo eliminar as varizes do esôfago através de injeções dentro da veia dilatada, de substância especial. As varizes de esôfago geralmente aparecem em pacientes com cirrose hepática ou esquitosomose.




Nasofibrolaringoscopia


A Nasofibrolaringoscopia é um procedimento médico realizado para diagnosticar e localizar doenças da laringe e da mucosa nasal. O exame é semelhante a Nasofaringoscopia e Nasofibroscopia, mas nesse caso voltado e estendido ao exames da fibras da laringe e cavidades nasais.




Passagem de Sonda


A sonda nasoenteral tem comprimento variável de 50 a 150 cm, e diâmetro médio interno de 1,6mm e externo de 4 mm, com marcas numéricas ao longo de sua extensão, facilitando posicionamentos, maleáveis, com fio-guia metálico e flexível, radiopaca. A sonda nasoenteral é passada da narina até o intestino. Difere da sonda nasogástrica, por ter o calibre mais fino, causando assim, menos trauma ao esôfago, e por alojar-se diretamente no intestino, necessitando de controle.




Polipectomias e Biópsias


A polipectomia é a remoção completa de um pólipo permitindo assim o diagnóstico exato e muitas vezes a cura do próprio problema. Existem várias técnicas para a realização do procedimento que dependem do tamanho e do tipo de pólipo a ser ressecado.




Retirada de Corpo Estranho


Em geral, a retirada de corpo estranho por Endoscopia digestiva Alta não deve ultrapassar 24 horas, pois o risco de complicações aumenta muito após este período. Como o esôfago é a porção mais estreita do trato gastrointestinal (com a exceção do apêndice), de 28 a 68% dos corpos estranhos são encontrados nele.




Retossigmoidoscopia Flexível


A retossigmoidoscopia flexível permite ao seu médico examinar a mucosa do reto e de uma porção do cólon (intestino grosso). Isso é realizado inserindo um tubo flexível da espessura de um dedo em seu ânus e avançando com ele lentamente através do reto e parte do cólon.




Traqueoscopia


Exame realizado com a finalidade de visualização da traqueia, que é necessário em algumas patologias do pescoço (como por exemplo da tireoide e do esôfago), podendo identificar causas de obstruções á passagem normal do ar, como também para reversão de pacientes traqueostomizados.




Laringoscopia


Laringoscopia é o exame da porção mais alta das vias aéreas (nariz, laringe e faringe) por meio de um aparelho endoscópico chamado laringoscópio. Há dois tipos de aparelhos para laringoscopia: um aparelho rígido, que normalmente é introduzido pela boca, e um aparelho que consiste de um fino tubo flexível de fibras óticas, que é introduzido através do nariz (nasolaringoscopia).





  • Youtube - Clínica Endonette
  • Facebook - Clínica Endonette
  • Instagram - Clínica Endonette

Links Uteis

CFM

CRM/SP

SOBED

SBCBM

G1

BLOG

Responsável Técnico: 

Dr. Guilherme Antoniette

CRM/SP: 79.160 – RQE n° 40.632

Dr. Guilherme Antoniette - Clínica Endonette - Balão Intragástrico - Plasma de Argônio - Sutura Endoscópica - Santos - Baixada Santista - ABC