Plasma

de argônio

Tratamento para combater o reganho de peso após cirurgia bariátrica

Dr. Guilherme Antoniette, responsável pela Clínica Endonette, esclarece dúvidas  sobre obesidade, causas, consequências e tratamentos.

A pessoa que se submete a cirurgia bariátrica, provavelmente, já tentou inúmeras vezes perder peso e não alcançou o objetivo. Emagrecer por meio de dietas e outros métodos que não foram satisfatórios, geram uma grande frustração. Por isso, é fundamental o acompanhamento psicológico após realizar uma cirurgia bariátrica.

 

A cirurgia bariátrica, assim como todos os métodos de perda de peso, tem uma taxa de reganho de peso, ou seja, muitas pessoas que se submetem ao procedimento voltam a ganhar peso. Isso acontece, geralmente, após o período conhecido como “lua de mel”, que são os primeiros 18 meses onde o paciente está super motivado e levando o tratamento a risca, com o acompanhamento de um médico, um nutricionista e um psicólogo.

 

Após este período, a perda de peso estabiliza e a pessoa volta a ficar desmotivada. Muitas vezes, o paciente regride nas dietas e ganha peso. A pessoa também volta a ser hipertensa e a ficar com esteatose hepática, o acúmulo de gordura nas células do fígado, o que apresenta um reganho de peso significativo e traz prejuízos à saúde.

 

No Brasil, a única técnica que tem se mostrado eficaz para atuar no reganho de peso após a cirurgia bariátrica, pela técnica do BYPASS gástrico (FOBI-Capella, Wittgrove, Higa), é o Plasma de Argônio. É a técnica mais promissora e com resultados bastante satisfatórios. O Plasma de Argônio já é usado em vários países com sucesso.

Dr. Guilherme Antoniette - Clinica Endonette - Plasma de Argônio

No Brasil, a única técnica que tem se mostrado eficaz para atuar no reganho de peso após a cirurgia bariátrica, pela técnica do BYPASS gástrico (FOBI-Capella, Wittgrove, Higa), é o Plasma de Argônio. É a técnica mais promissora e com resultados bastante satisfatórios. O Plasma de Argônio já é usado em vários países com sucesso.

Ele foi liberado pela ANVISA e tem sido uma grande alternativa para esses pacientes. Portanto, quem não aproveita todo o auxílio promovido pela cirurgia nos primeiros anos, encontra no Plasma de Argônio uma nova chance para remodelar sua anastomose e alcançar o objetivo de perda de peso.

 

A anastomose nada mais é do que a emenda cirúrgica feita entre o estômago reduzido e o intestino delgado. Com o tempo, a dilatação pode ocorrer permitindo a passagem fácil do alimento ingerido. Com o tratamento pelo Plasma de Argônio, essa anastomose reduz o diâmetro trazendo novamente saciedade ao paciente, o que o ajudará a voltar a perder peso.

É uma fulguração (cauterização) da anastomose Gastro-jejunal (entre o estômago reduzido e o intestino delgado) feita com argônio. Promove a redução do diâmetro da anastomose trazendo novamente a saciedade alimentar.

Indicado apenas para pacientes operados por cirurgia bariátrica pela técnica do BYPASS gástrico (FOBI-Capella, Wittgrove, Higa)

As sessões que mais perdem peso são a segunda e a terceira devido ao maior estreitamento da saída do estomago. Lembramos também que atividade física pode ser iniciada já no dia seguinte, bem como o trabalho, normalmente. Psicóloga, nutricionista e demais profissionais da equipe devem ser consultados para uma perda ainda maior do peso readquirido. 

Perguntas frequentes

Plasma de Argônio

Vantagens do Plasma de Argônio


  • Bastante seguro, com baixíssimo índice de complicações graves.
  • Procedimento ambulatorial: o paciente realiza o procedimento e recebe alta no mesmo dia e não há necessidade de centro cirúrgico.
  • Resultados satisfatórios (segundo os estudos clínicos) com poucas sessões
  • Tratamento pouco sintomático após a sessão de aplicação
  • Tratamento endoscópico, minimamente invasivo, sob sedação endoscópica, sem necessidade de anestesia geral.
  • Custo menor que os métodos disponíveis atualmente
  • Não há necessidade de afastamento do trabalho




Desvantagens do Plasma de Argônio


  • Os convênios não cobrem o procedimento
  • Em média serão realizados 3 sessões com intervalo de 45 a 60 dias
  • Não há garantias de resultados e pode haver recidiva com o tempo, porem oferecemos um tratamento completo com equipe multidisciplinar composta por Médico, Enfermeira, nutricionista e psicóloga (durante seis meses), todos trabalhando em conjunto para o paciente ter total apoio e como consequência sucesso em seu tratamento.
  • Há efeitos colaterais raros como dor abdominal (menos de 5%)




Indicações


  • Indicado apenas para pacientes operados por cirurgia bariátrica pela técnica do BYPASS gástrico (FOBI-Capella, Wittgrove, Higa)
  • Qualquer paciente operado pelas técnicas acima que iniciou reganho de peso após 2 anos de cirurgia
  • Qualquer paciente operado pelas técnicas acima que parou de perder peso após 2 anos de cirurgia
  • Reganho de 10% do peso ou mais do mínimo peso alcançado após a gastroplastia




Contraindicações


  • Não há contraindicações absolutas.
  • Não é indicado para pacientes com anastomose justa ou com diâmetro menor que 1 cm
  • Úlceras ativas na região da anastomose
  • Distúrbios graves de coagulação




Como funciona o tratamento e as aplicações de Plasma de Argônio?


  • Deverá passar por consulta médica para avaliação, enquadramento do paciente, solicitação exames de endoscopia e laboratoriais.
  • Mensalmente terá uma consulta com a nutricionista, psicóloga e contará com o apoio da Enfermeira em todas as etapas de seu tratamento.
  • Antes das sessões passará por consulta medica previa.
  • É necessário jejum de pelo menos 8 horas prévias ao procedimento
  • O paciente receberá sedação venosa , portanto precisa ir acompanhado com adulto maior de 18 anos e não pode dirigir no dia
  • A sessão realizará fulguração (queimadura térmica e iônica) da anastomose, portanto pode haver dor leve a moderada após o procedimento.
  • Serão necessárias em média 3 sessões para efeitos satisfatórios com intervalo de 45 á 60 dias entre elas (depende da resposta de cada organismo, mas normalmente já sentirá diferença na primeira sessão).
  • O procedimento dura 15 minutos
  • Deverá ser feito controle endoscópico semestralmente após o término do tratamento




Resultados do Plasma de Argônio


  • Não há garantias de resultados como qualquer tratamento médico, porem normalmente 20% do peso inicial do inicio do tratamento.
  • Perda de até 50 a 80% do excesso de peso atual
  • Os resultados serão tão mais permanentes e eficazes se o paciente aderir nosso programa multidisciplinar com a nutricionista, psicóloga, realizar atividades físicas; tendo como resultado reeducação alimentar e mudança do estilo de vida. Isso é o que garante o paciente manter sua perda.




Segurança do tratamento


  • Todos os pacientes antes de iniciar as sessões deverá inicialmente passar por consulta com nossa nutricionista, pois terá que fazer uma dieta progressiva liquido-cremoso-pastoso-sólido após o procedimento. A progressão deve respeitar também a quantidade do que pode ser ingerido. Isso evita vômitos precoces, traumas sobre a região em que foi aplicado o plasma de argônio, evitando úlceras, hemorragias, perfurações, dores.
  • Existe baixo risco de a aplicação causar uma cicatrização muito intensa e provocar um estreitamento (estenose) da anastomose acima do esperado. Se isto ocorrer, será necessário nova abordagem com dilatação da anastomose por endoscopia.
  • EFEITOS COLATERAIS: o efeito colateral mais comum, especialmente após a primeira sessão, é DOR. É uma sensação semelhante a gastrite. O sintoma permance por 2 dias e é mais intenso nas primeiras horas após o procedimento. Normalmente esse sintoma é facilmente coibido com medicamentos adequados.
  • O paciente está liberado para suas atividades habituais no dia seguinte e para atividades físicas 3 dias depois do procedimento.
  • Comprimidos poli-vitamínicos devem ser ingeridos triturados.





Dúvidas Frequentes

Quanto tempo após cirurgia bariátrica já posso fazer o procedimento de aplicação do plasma de argônio?


Indica-se o argônio endoscópico por reganho de 10% do peso mínimo alcancado pela cirurgia de bypass gástrico. Outra indicação é para pacientes com perda insuficiente de peso após a gastroplastia. Geralmente, indica-se após 2 anos da cirurgia bariátrica.




Tenho que fazer todo ano?


Normalmente não. Após finalizar as sessões, sugerimos controle em 6 meses com nova endoscopia para reavaliação. Uma nova sessão só será necessária se houver nova dilatação da anastomose.




Quantos quilos vou perder nas sessões de plasma de argônio?


Imprevisível e muito variável. O objetivo é uma nova perda de peso. Observamos perdas de mais de 80% do peso que foi readquirido. Mas isso é apenas uma média.




Quantos quilos precisa engordar para que o plasma de argônio seja indicado?


Indicamos para reganho de 10% ou mais acima do peso mínimo alcançado após a gastroplastia.




A anastomose do meu estômago com o intestino pode fechar muito ou ficar muito apertada?


Sim. Considerada uma complicação do método, cerca de 5% dos pacientes que realizam o método desenvolvem uma cicatrização muito intensa e tem um estreitamento maior (estenose). Neste caso, pode ser preciso dilatar a anastomose.




Tomo vitaminas (comprimido) e posso continuar tomando nos dias após o procedimento, onde fui orientado a fazer dieta líquida?


Sim. Mas devem ser trituradas na fase liquida.




O que pode acontecer comigo se eu não fizer a dieta conforme orientada depois do procedimento de plasma de argônio? Existe alimentos proibidos?


Pode ter sangramento, dor ou entalar. É proibido durante o tratamento bebida alcoólica, gaseficada e doces de maneira geral.




Como é o processo de emagrecimento com o plasma de argônio?


As sessões que mais perdem peso são a segunda e a terceira devido ao maior estreitamento (estenose) da saída (anastomose) do estomago, porem sentirá diferença já na primeira sessão.




Com quanto tempo depois da cirurgia bariátrica se estabiliza a perda de peso?


Em média com 18 meses.




Até quando ocorre perda de peso após a realização do procedimento de plasma de argônio?


Perde peso durante as sessões e mantém o peso enquanto a anastomose permanecer reduzida. Será necessário controle semestral para verificar a necessidade de complementação e outras sessões.




O plasma de argônio é indicado apenas em pacientes operados pela técnica do bypass gástrico?


Correto, esta indicado somente para pacientes submetidos a bypass. Nas demais, não temos anastomose entre o estômago e intestino.




Quem tem o anel na cirurgia de Bypass pode realizer plasma de argônio?


Nenhuma restrição há para quem realizou bypass com anel de contenção. Haverá restrição se o anel for tão justo que não permita o aparelho de endoscopia transpor, ou estiver migrado para dentro do estômago. Do contrário não há problemas.




O reganho de peso é uma regra para todos os pacientes submetidos a bypass?


O reganho de peso ocorre em mais de 20 % dos pacientes que realizaram a gastroplastia. Alguns estudos mostram reganho em mais de 50 % dos pacientes. Na imensa maioria destes pacientes isso ocorre pela dilatação da anastomose. Caso a anastomose apresente mais de 20 mm de diâmetro, o plasma de argônio está indicado.




Quantos quilos se perde com o tratamento do plasma de argônio?


Depende de cada paciente. Na maioria das vezes perde de 50 a 80 % do peso readquirido.




Somente os operados no método de Capella (Bypass) que voltam a engordar?


Qualquer técnica pode readquirir peso, depende muito da disciplina alimentar do paciente e da atividade física. Mas somente na técnica Capella (Bypass gastrico) que se pode utilizar o plasma de argônio.




Queria saber se esse método é apenas para quem já voltou a engordar?


Se a perda for menor que 35% do peso corporal inicial, pode-se fazer plasma de argônio. Caso o paciente na tenha reganhado peso, mas apresente dilatação de anastomose, o plasma de argônio também pode ser considerado.




Porque não pode ser realizado procedimento de balão em pacientes com reganho de peso pós cirurgia?


Nenhum estômago operado previamente, gastroplastia redutora ou outra, não pode ser colocado o balão. Zonas de sutura cirúrgica são potenciais locais para rompimento do estômago pelo balão.




Devo engravidar antes ou depois do plasma de argônio?


Mulheres que pretendem engravidar, é MUITO MELHOR FAZE-LO COM O PESO IDEAL DO QUE COM EXCESSO DE PESO. O excesso de peso aumenta muito o risco na gravidez de surgirem doenças como diabetes gestacional, hipertensão, eclampsia, trombose venosa, etc. Doenças que vão comprometer tanto a saúde da mãe quanto do bebe, perguntem ao seu obstetra: e’ muito melhor e mais saudável engravidar com o peso ideal.




Qual o intervalo entre elas e quanto tempo depois da última aplicação de plasma de argônio deve-se esperar pra que seja dado o OK para engravidar?


Intervalo de 6-8 semanas entre as sessões. Pode engravidar após sem um tempo definido, mas para resultado máximo seria bom esperar até a perda de peso estabilizar.





Calcule seu IMC

Instruções:

 

Descreva da seguinte forma:

 

Altura: 1.60 (separado por ponto)

Peso: 80.500 (separado por ponto)

Tabela de resultados

IMC Categoria

 

   Resultado                              Situação

Abaixo de 17                  - Muito abaixo do peso    

Entre 17 e 18,49             - Abaixo do peso             

Entre 18,5 e 24,99          - Peso normal                  

Entre 25 e 29,99             - Acima do peso              

Entre 30 e 34,99             - Obesidade I                  

Entre 35 e 39,99             - Obesidade II (severa)   

Acima de 40                   - Obesidade III (mórbida)

Calculo Manual:

 

O cálculo do IMC é feito dividindo o peso (em quilogramas) pela altura (em metros) ao quadrado.

Por exemplo, se o seu peso é 80kg e a sua altura é 1,80m, a fórmula para calcular o IMC ficará:

IMC = 80 ÷ 1,802

IMC = 80 ÷ 3,24

IMC = 24,69

  • Youtube - Clínica Endonette
  • Facebook - Clínica Endonette
  • Instagram - Clínica Endonette

Links Uteis

CFM

CRM/SP

SOBED

SBCBM

G1

BLOG

Responsável Técnico: 

Dr. Guilherme Antoniette

CRM/SP: 79.160 – RQE n° 40.632

Dr. Guilherme Antoniette - Clínica Endonette - Balão Intragástrico - Plasma de Argônio - Sutura Endoscópica - Santos - Baixada Santista - ABC